Logo

Prefeitura de Geminiano suspende campanha eleitoral por causa da Covid-19

Redação 

21/10/2020

Devido o avanço do novo coronavírus em várias cidades do interior do Piauí, e o estado ser o único em alta na média móvel de mortes, em três dias consecutivos, entre os dias 13 e 15 de outubro, algumas prefeituras do interior do Piauí suspenderam eventos políticos por conta das aglomerações de pessoas.

Na última segunda-feira (19), o prefeito do município de Geminiano, Erculano Edimilson de Carvalho (PP) assinou o Decreto Nº 45, que “Determina a suspensão de eventos políticos ou atos de propaganda eleitoral que importem em aglomeração de pessoas em grandes proporções, bem como, orientações para realização de reuniões durante as campanhas eleitorais, visando conter a disseminação da covid-19, dentro da circunscrição do município”.

Segundo o último boletim epidemiológico do município, divulgado no dia 16 de outubro, a secretaria municipal de Saúde de Geminiano já registrou 100 casos de covid-19 e dois óbitos.

O decreto começou a valer nesta terça-feira (20) e segue até o dia 31 deste mês. No documento mostra a lista de eventos políticos que estão proibidos durante este período. “A Suspensão de eventos políticos, reuniões, comícios, carreatas, passeatas e demais eventos políticos ou atos de propaganda eleitoral, previsto na Lei 9505/1997 e nas Resoluções do TSE, que impõem aglomerações de pessoas em grandes proporções, a partir de 20/10/2020 a 31/10/2020”, diz o documento.

Segundo o Decreto Nº 45, no caso de descumprimento do prazo estipulado no caput, a atividade política ficará sujeita a intervenção. “O partido político, candidatos ou suas coligações ficarão sujeitos a imposição de multa no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) à R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) em caso de descumprimento”.

Confira o documento completo: /userfiles/files/Decreto%20n%C2%BA%2045%20de%2019%20de%20Outubro%20de%202020.pdf

 

 


© 2009 Jornal de Picos — Todos os direitos reservados. E-mail: jornaldepicos@jornaldepicos.com.br