Logo

Teresina-pi |

Vereadores autorizam prefeitura a contrair empréstimo de R$ 30 milhões

Empréstimo de R$ 30 milhões para a PMT foi aprovado hoje

31/10/2019

.

clique para ver a foto em tamanho real

.

A Câmara Municipal de Teresina (CMT) aprovou nesta quarta-feira (30), em segunda votação, a autorização para a Prefeitura de Teresina a contrair um empréstimo no valor de R$ 30 milhões de reais junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).


 

Os recursos serão utilizados para implementação do projeto “Teresina Protege”. Os recursos do empréstimo serão destinados para a compra de equipamentos de câmeras de vigilância que possibilitarão o monitoramento das entradas e saídas da cidade, visando ampliar as ações de proteção e prevenção de violência e criminalidade na capital. A meta é criar um Centro Integrado de Comando e Controle.

A proposta do projeto visa reunir os mais diversos órgãos do município para fazer o uso da tecnologia no combate à violência e monitoramento do trânsito e auxiliar nas tomadas de decisões das ações preventivas unificando as forças de polícia, além da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (STRANS), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e a Guarda Civil Municipal (GCM).

O projeto foi aprovado em primeira votação na última terça-feira (22) com quatro pedidos de vistas solicitados pelos vereadores: Cida Santiago (PSD); Edilberto Borges (PT); Jeová Alencar (PSDB) e Joaquim do Arroz (PRP).

Na votação desta quarta-feira, o vereador Joaquim do Arroz (PRP), retornou a fazer críticas quanto aos valores apresentados na planilha do projeto. Segundo o parlamentar alguns preços que contam na planilha de compras de equipamentos do projeto apresentam preços muito acima dos praticados pelo mercado.

A líder do prefeito na casa legislativa, vereadora Graça Amorim (sem partido), rebateu as críticas do vereador Joaquim do Arroz e defendeu que o projeto não possui os problemas apontados e alega que o mesmo passou por análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) antes de seguir para votação no plenário da Câmara.

Com 20 votos favoráveis o projeto foi aprovado e segue agora para sanção do prefeito de Teresina, Firmino Filho  (PSDB).

 


© 2009 Jornal de Picos — Todos os direitos reservados. E-mail: jornaldepicos@jornaldepicos.com.br