Página Inicial

Siga-nos:

21.1.2018

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Brasil

EX-PROCURADOR

Janot é intimado a depor na PF sobre gravações de delatores da J&F

O ex-procurador-geral da República foi intimado a depor no inquérito que investiga menção a ministros do STF em gravações de delatores da J&F

G1  

11/01/2018

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

clique para ver a foto em tamanho real

Janot terá que se explicar na Polícia Federal.

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot foi chamado a depor na Polícia Federal no inquérito que investiga declarações de delatores da empresa J&F que mencionavam ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Esse inquérito foi aberto a pedido da presidente do STF, ministra Cármen Lúcia. Nele é investigado ex-procurado Marcelo Miller, suspeito de auxiliar executivos da J&F em termos da delação premiada quando ainda era procurador.

 

Essas gravações de conversas dos executivos da J&F levaram aos pedidos de rescisão da delação e à anulação de benefícios de delatores. As investigações não apontaram qualquer envolvimento de ministros do STF no conteúdo citado nas gravações.

 

Em setembro do ano passado, o então procurador-geral da República Rodrigo Janot convocou a imprensa para anunciar uma investigação sobre o conteúdo da delação dos executivos Joesley e Wesley Batista, do grupo J&F, e outros delatores da empresa. Janot falou em "conteúdo gravíssimo” e disse que as conversas citavam ministros do STF.

 

Janot foi intimado a depor no dia 12 de janeiro, às 15h, na sede da Polícia Federal, em Brasília, mas informou à PF que não pode comparecer nessa data. Ele tem uma viagem agendada para a Colômbia em período próximo e alegou também que integrantes do Ministério Público Federal têm o direito de apontar data, horário e local da oitiva.

 

Ele pediu para ser informado se será ouvido como testemunha ou investigado antes de ser marcada a data do depoimento. Investigadores dizem que ele deve ser ouvido na condição de testemunha e não como investigado.

 

Uma nova data para o depoimento de Janot ainda será marcada.

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

20-01-2018 :: STJ autoriza posse de Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho

15-01-2018 :: Presidente do PT confunde cartaz de torcida com apoio a Lula

11-01-2018 :: Janot é intimado a depor na PF sobre gravações de delatores da J&F

09-01-2018 :: Bolsonaro recebe auxílio-moradia mesmo tendo apartamento em Brasília

07-01-2018 :: Patrimônio de Bolsonaro e filhos cresce R$15 milhões na política

04-01-2018 :: Lava-Jato investiga patrocínio para filme sobre vida de Lula

01-01-2018 :: Salário mínimo de R$ 954 entra em vigor

01-01-2018 :: Calendário eleitoral começa a valer a partir dessa segunda

30-12-2017 :: Índice de desemprego volta a cair no país

28-12-2017 :: Ministro Roberto Barroso manda soltar mensaleiro Henrique Pizzolato

23-12-2017 :: José Dirceu ganha aposentaria de nove mil e 600 reais

19-12-2017 :: MPF dispensa perícia e reafirma que recibos de Lula são falsos

12-12-2017 :: Justiça marca para 24 de janeiro julgamento de recurso de Lula

12-12-2017 :: Tiririca usou dinheiro público em viagens para shows de humor

08-12-2017 :: Kadafi abasteceu campanha de Lula com US$ 1 milhão

[ Todas desta coluna ]

gau jardele - gau jardele advogado chagas  - advogado chagas Governo do PI - Governo do Piaui dr.bezerrinha - dr.bezerrinha Prefeitura Municipal de Picos - Prefeitura Municipal de Picos - Site Oficial

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.