Página Inicial

Siga-nos:

23.1.2018

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Política

SEM FUNDAMENTO

Deputado Nerinho faz criticas a reforma política

Parlamentar critica posição do Congresso e defende uma reforma política ampla na próxima legislatura

Por José Maria Barros  

07/10/2017

Foto: José Maria Barros

clique para ver a foto em tamanho real

Deputado licenciado Nerinho (PTB).

Em visita a Picos na noite da última quinta-feira, 5, o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, deputado licenciado Nerinho (PTB), fez duras críticas à reforma política aprovada pelo Congresso Nacional.

 

As críticas do deputado foram direcionadas ao fim das coligações proporcionais sem a adoção da federação e ao financiamento público de campanha. “Acho que o Congresso quase que se desesperou! Chegou no prazo máximo de aprovar as reformas, não tinha nada aprovado e fez qualquer coisa para dá uma satisfação à sociedade” – apontou Nerinho.

 

O parlamentar, no entanto, aprovou o ponto da reforma que estabelece a cláusula de desempenho para que os partidos só tenham acesso aos recursos do Fundo Partidário e ao tempo de propaganda gratuita no rádio e na televisão, se atingirem um patamar mínimo de candidatos eleitos em todo o país.

 

“Acho que essa reforma não foi muito pensada, não é sensata, apesar de que o fim das coligações proporcionais só vai valer a partir de 2020. Mas, o financiamento público de campanha acho que não tinha nada demais se qualquer cidadão pudesse doar certo valor para campanha de determinado candidato. Entendo que isso não é empecilho de nada! Proibir a iniciativa privada, o cidadão comum de fazer algo nesse sentido foi muito precipitado” – posicionou-se Nerinho.

 

Ele afirmou ainda que tirar dinheiro de emenda de bancada para bancar o Fundo Partidário também não foi uma boa ideia, mas admite que as eleições do próximo ano já com essas novas regras servirão de parâmetro para as disputas futuras.

 

Ele encerrou dizendo que na próxima legislatura o Congresso Nacional tem que pensar logo no primeiro ano discutir o que está errado e, pensar em fazer uma reforma política de verdade e não uma coxa de retalho como foi essa de agora.

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

22-01-2018 :: Gil Paraibano é submetido a um cateterismo

22-01-2018 :: Edilson Carvalho defende maior participação do PTB na gestão do Padre Walmir

19-01-2018 :: Secretária de Saúde de Picos continua no cargo

18-01-2018 :: Governador comparece ao velório de João Bosco de Medeiros

17-01-2018 :: Padre Walmir não vai atender recomendação do Ministério Público

13-01-2018 :: Nerinho defende retorno de João Vicente à base governista

12-01-2018 :: TJ determina retorno ao trabalho de 60% dos servidores da Saúde

11-01-2018 :: Padre Walmir nomeia comissão para elaborar novo projeto de iluminação pública

10-01-2018 :: Prefeito Padre Walmir reúne-se com Araujinho

09-01-2018 :: Câmara de Picos busca alternativa para revê aumento da iluminação

04-01-2018 :: Edilson diz que PTB contribui com a gestão do Padre Walmir

27-12-2017 :: Padre Walmir nega que tenha aumentado taxa de iluminação pública

27-12-2017 :: Prefeitura de Picos deve renovar contrato de terceirização da iluminação pública

26-12-2017 :: Hugo Victor diz que Câmara de Picos cumpriu seu papel

26-12-2017 :: Câmara de Picos aprova audiência pública para debater da taxa de iluminação

[ Todas desta coluna ]

Governo do PI - Governo do Piaui gau jardele - gau jardele dr.bezerrinha - dr.bezerrinha Prefeitura Municipal de Picos - Prefeitura Municipal de Picos - Site Oficial advogado chagas  - advogado chagas

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.