Página Inicial

Siga-nos:

18.10.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Política

Reforma Eleitoral

Câmara aprova reforma eleitoral com internet livre nas campanhas

As quatro emendas aprovadas pelos deputados liberam o uso geral da internet nas campanhas eleitorais

Agencia Brasil  

17/09/2009

A Câmara dos Deputados concluiu na noite de hoje (16) a discussão e votação do projeto de lei que muda as regras das eleições (reforma eleitoral) no país. Na última votação da matéria no Legislativo, os deputados acataram quatro das 67 emendas aprovadas pelo Senado ao texto anteriormente aprovado pelos deputados.

As quatro emendas aprovadas pelos deputados liberam o uso geral da internet nas campanhas eleitorais. Uma delas foi aprovada em parte, pois o relator, deputado Flávio Dino (PCdoB-MA) acolheu a definição do uso da internet aprovada pelo Senado, que explicita ser livre a manifestação do pensamento, vedado o anonimato durante a campanha eleitoral e assegurado o direito de resposta.

O acordo para aprovar as emendas do Senado ao projeto foi fechado pelos líderes partidários e o presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP, na noite de hoje, após a Câmara receber o texto aprovado pelos senadores. Apenas o líder do PSDB, deputado José Anibal (SP), se manifestou contra nesta noite com a rejeição da maioria das emendas do  Senado. Anibal disse que o texto dos senadores representava um avanço em relação ao texto dos deputados.

Os demais líderes partidários concordaram em votar hoje as emendas do Senado, sob o argumento de que se a matéria não fosse votada, dificilmente seria possível apreciá-la em outra data a fim de valer para as eleições do ano que vem, porque a partir de sexta-feira (18) a pauta da Câmara será trancada por medidas provisórias, impedindo as votações de outras proposições.

Segundo os líderes, o projeto tem que ser sancionado até o inicio de outubro para ter validade nas eleições do ano que vem. Com a conclusão da votação, o texto sobre a reforma eleitoral segue agora para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que pode sancioná-lo na integra ou vetar algum dispositivo.

O texto altera várias regras do atual  sistema eleitoral brasileiro, como a inclusão do uso geral da internet nas campanhas eleitorais; a previsão do voto impresso a partir das eleições de 2014; a exigência de documento com foto, juntamente com o título de eleitor para votar nas eleições de 2010; a reserva de 5 % do fundo partidário; e de 10 % do tempo de propaganda partidária para as mulheres.

A reforma eleitoral aprovada pelos deputados proíbe a comercialização de espaços, como muros, para a propaganda eleitoral, permite o uso da figura do pré-candidato em debates; facilita a realização dos debates entre os candidatos; autoriza o uso de bandeiras em dia de eleição; permite a utilização de carros de som; e proíbe o uso de  outdoors nas campanhas, entre outras medidas.

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

08-10-2019 :: Após decisão do TSE, novos vereadores de Valença tomam posse nesta terça

07-10-2019 :: Sete prefeitos se filiam no PSD na presença de Kassab

02-10-2019 :: Promotor pede que Câmara declare a perda do mandato de vereador que faltou diversas sessões

18-09-2019 :: Projeto de Margarete Coelho cria incentivos para trabalho de presos

06-09-2019 :: Empresário Zomim Lima confirma pré-candidatura a Prefeito de Picos

03-09-2019 :: Governador se reúne com líder e pede acordo na base aliada

26-08-2019 :: Reforma eleitoral “as pressas” pode mudar eleições municipais de 2020

22-08-2019 :: Ex-governadores do Piauí deixarão de receber pensão vitalícia

07-08-2019 :: PSL vai aguardar um pouco mais para empossar o novo presidente

30-07-2019 :: Zomim se reúne com deputados Fábio Abreu e Carlos Augusto e solicita recursos para cidade de Picos

26-07-2019 :: Elmano rebate críticas de petistas:

24-07-2019 :: PSB diz que aliança depende de chapa proporcional

18-07-2019 :: Maia espera apoio para aprovar ‘PEC paralela’ da reforma da Previdência

08-07-2019 :: Aprovação e reprovação de Bolsonaro se igualam em 33%, aponta Datafolha

05-07-2019 :: TSE vai comprar 180 mil urnas eletrônicas para eleições de 2020

[ Todas desta coluna ]

otica kika - otica kika marques frios - marques frios dario - dario disnomed - disnomed procords - procordis Alencauto - alencauto Gutenberg - gutenberg lamep - lamep uniaselvi - uniaselvi

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.