Página Inicial

Siga-nos:

15.9.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Polícia

Impunidade

Advogado acusado de matar cabo do exército se apresenta a polícia e é liberado

Jefferson Moura Costa se apresentou à polícia na manhã desta terça-feira, 27 de abril, prestou depoimento e foi liberado

Da Redação JPonline  

27/04/2010

 
Menos de 48 horas após assassinar a sangue frio e com um tiro no peito o cabo do Exército Arione de Moura Lima, 23 anos, o advogado Jefferson Moura Costa se apresentou à polícia na manhã desta terça-feira, 27 de abril, prestou depoimento e em seguida foi liberado.
 
A liberação de Jéferson Moura Costa por parte do delegado Everton Ferrer causou indignação na família da vítima e junto à própria comunidade picoense, que está cobrando justiça por causa da barbaridade e frieza do crime, que chocou toda a população, especialmente os moradores dos bairros Paraibinha e Petrônio Portela ( Cohab).
               
Ao se apresentar à polícia, Jefferson Moura estava acompanhado do advogado criminalista Gleuton Portela Araújo e chegou à Central de Flagrantes por volta das 08 horas da manhã, onde foi ouvido pelo Delegado Regional de Polícia Civil de Picos, Everton Ferrer, presidente do inquérito policial que foi aberto para apurar as causas do homicídio.
               
O depoimento de Jéferson Moura demorou cerca de 1 hora e meia e na oportunidade ele apresentou sua versão para o crime, um dos mais bárbaros já registrados na história policial de Picos. Após ser liberado, o assassino confesso do cabo Arione de Moura Lima desceu o prédio da Central de Flagrante às carreiras protegido por pelo menos quatro “seguranças”, entrou em uma caminhonete vermelha e saiu em disparada para evitar o assédio da imprensa.
               
O advogado de Jéferson Moura, Gleuton Portela, não quis se manifestar sobre o assunto, mas declarou informalmente para os jornalistas que ainda precisava de tempo para preparar a defesa do seu cliente, que acima de tudo é colega de profissão com registro na Ordem dos Advogados do Brasil - Subsecção de Picos.   
 
Logo após o depoimento do assassino confesso do jovem Arione Moura, o delegado Everton Ferrer se dirigiu até o Fórum “Governador Helvídio Nunes de Barros”, aonde entregou em mãos ao juiz da 3ª Vara da Comarca de Picos, Geneci Benevides Ribeiro, o pedido de prisão preventiva do acusado. Para prevenir uma possível fuga do mesmo, a polícia militar já está de alerta e somente esperando a autorização judicial para efetuar a sua captura.
 
O crime
               
Segundo informações da polícia de Picos, o crime foi motivado por vingança, pois, há pouco mais de um mês o assassino confesso de Arione Moura havia discutido com o pai da vítima, cabo do Exército Amarildo de Moura Lima. Na época, os dois chegaram a trocar agressões mútuas e Jefferson Moura prometeu vingança.
               
Na noite do último domingo, 25 de abril, por volta das 19h30, Jefferson Moura foi até a casa do cabo Amarildo, localizada na rua Projetada, bairro Paraibinha, parou em frente à porta e chamou o cabo Arione. Quando este se aproximou levou um tiro no peito, correu cerca de dez metros e caiu agonizando.
               
Segundo Amarildo de Moura Lima, depois de assassinar o seu filho Arione Lima, o advogado Jefferson Moura ainda ligou para o celular da irmã da vítima procurando pela mesma em tom de ameaça, dando a entender que o assassino tinha a pretensão de matar outras pessoas da família.
 
Vida pregressa
               
Jéfferson Moura Costa já tem passagens pela polícia acusado de se envolver em outras brigas, promover agressões físicas a várias pessoas e por disparar em via pública. Ele é acusado, inclusive, de matar um cachorro a tiros somente por sadismo.
               
No dia 11 de maio de 2008, em frente à sede da OAB - Picos, ele agrediu fisicamente o advogado e diretor da Rádio FM cidade Modelo, Joaquim Rocha Cipriano, que no mesmo dia, por volta das 19h30 o alvejou com um tiro de revólver no abdômen. O fato aconteceu no Bar Brisa, no bairro Junco, mas Jefferson Moura sobreviveu.
 
Apesar de todo esse comportamento agressivo e seu envolvimento em diversos episódios que redundaram em agressões físicas a terceiros, Jefferson Moura Costa nunca recebeu qualquer advertência por parte da Ordem dos Advogados do Brasil –Subsecção de Picos e mesmo depois que ele cometeu um assassinato a sangue frio a entidade permanece insensível e até o momento não emitiu qualquer manifestação a respeito do desvio de conduta do seu filiado.
          

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

coruja :: corujadajustica@hotmail.com
201.59.199.146 :: 29-04-2010 :: 10:38:51
Só não ver quem não quer: porque que a OAB não se pronuncia ? Porque aos olhos dela acontecendo uma punição desta, é o mesmo que fragilizar a auto-confiança que eles tem perante a Justiça de não serem presos, eles temem provar da justiça. É o mesmo que caso da votação para o menor responder como adulto. Os senhores legisladores tem medo de provarem da justiça através de seus filhos. Ou seja, temem que seus filhos cometam crimes e sejam condenados.

Aurora :: aurorinha@hotmail.com
201.59.199.146 :: 28-04-2010 :: 10:02:16
Isso É Uma Vergonha !!! como diz Boris Casoy esse advogado estudou msm , ou ele se formou pelo rádio??? e a OAB vai se pronunciar ou não ??? fica aqui minha indignação!!!

coruja :: corujadajustica@hotmail.com
201.59.199.146 :: 28-04-2010 :: 09:15:10
o que está acontecendo é que estão querendo abafar o caso, só pode ser porque no Código de Processo Penal, diz que o acusado confesso deve ser recolhido para garantir a ordem pública, e para atender ao clamor da sociedade. Além do crime ter sido doloso que não cabe fiança. Estou muito indignado. Agora que o delegado não conseguiu mante-lo preso vai ser muito mais difícil conseguir que ele vá preso. já que ele está respondendo processo em liberdade. E outro fato curioso e que eu nunca vi foi ocultar-se o depoimento do acusado. Só pode ser para beneficia-lo.

INDIGNADO :: ma2004@bol.com.br
201.59.199.146 :: 28-04-2010 :: 07:22:45
DIANTE DOS ÚLTIMOS FATOS, POR FALTA DE JUSTIÇA EM NOSSA CIDADE TÁ MAIS FÁCIL SER BANDIDO DO QUE CIDADÃO. QUE JUSTIÇA É ESSA?

Orlando :: orlando.souza@ymail.com
187.41.103.192 :: 27-04-2010 :: 22:44:30
E alguém sabe dizer porque nenhum meio de comunicação divulgou qualquer fotografia desse delinquente??????????? Se não fosse advogado tinha aparecido no Ronda do Povão...

everardo dantas :: everardo@hotmail.com
187.41.96.26 :: 27-04-2010 :: 22:21:09
Que fique bem claro para a familia e para a população de Picos; este elemento não tem com escapar das garras da lei. Ele será levado a juri popular e, sua vida pregressa de delinquencia não será esquecida. Há um clamor por justiça em toda sociedade picoense. Mas que não se espere tambem que ele fique muito tempo na cadeia, a justiça brasileira ainda é benevolente com esse tipo de marginal, mas que aproveite cada segundo que passar ao sabor das muriçocas e ao doce aroma de fezes na penitenciaria

Antonio :: antoniofcs@hotmail.com
187.41.149.35 :: 27-04-2010 :: 21:29:30
Houve a apresentação espontânea, assim o delegado não poderia lavrar o flagrante. OAB tome providência. Mais um advogado mata e vai ficar impune. Um outro caso foi o de Corrente que a OAB até agora não fez nada. Em Teresina, um advogado chefia uma quadrilha de assaltantes e também a OAB não tem a coragem de ao menos suspender temporariamente. Isso é corporativismo. Com certeza, esse caso também vai ficar impune. Chega de advogado bandido. Punição para os culpados.

rmoura :: rmouraluz@yahoo.com.br
187.41.112.157 :: 27-04-2010 :: 19:37:04
Quero saber que providencia os direitos humanos tomarão, pois quando um bandido foi preso e sofreu algumas agressões, o MAJOR foi expulso de P I C O S. E agora??? Uma vida foi tirada com a mais cruel frieza, e essa família??? Claro merece no mínimo ver esse advogado na cadeia. Autoridades picoenses não deixem esse crime impune.

maria :: mariarodr@hotmail.com
200.217.242.11 :: 27-04-2010 :: 19:15:59
Tenho até medo de viver; pois num país que bandido mata um ser humano sem dó nem piedade, faz medo viver. Será que esse bandido,vai continuar trabalhando para defender outros bandidos e a junstiça e a OAB não vai fazer nada?

Indignado :: Picoense.Pi@hotmail.com
201.59.199.146 :: 27-04-2010 :: 18:30:00
e os DIREITOS HUMANOS??..heim?..alguém já foi prestar pelo menos condolências a família da vítima?? o advogado-bandido já sabe quais são seus direito!!..afinal, bandido no Brasil têm mais direitos que o cidadão de bem, que só tem encargos pra pagar todo santo dia!!

Chagas Neto :: detin14@hotmail.com
201.59.199.146 :: 27-04-2010 :: 17:37:33
Cadê a tal da OAB, que por quelquer besteira faz o maior auê. Se tivesse sido ao contrário eles já estariam em todos os jornais e rádios pedindo a prisão do criminoso.Todas essas ordens são só puro corporativismo.

joao de deus :: coisabomba@hotmail.com
201.59.199.146 :: 27-04-2010 :: 17:13:07
o que vale aqui a velha lei OLHO POR OLHO DENTE POR DENTE. nunca vi um velentao morrer de velhice.

advgpicos :: advgpicos@hotmail.com
189.22.168.241 :: 27-04-2010 :: 17:10:37
A lei assegura que o acusado responda o processo em liberdade se este se entregar por livre e espontânea vontade e se não houverem motivos para a preventiva. Vivemos num país de leis, estas devem ser respeitadas e concerteza o dr. Jefferson irá pagar pelo crime que cometeu segundo os ditames da lei. Mas não podemos tirar-lhe o direito de defesa e os recursos que lhe são assegurados.

indignado :: observador@hotmail.com
201.59.199.146 :: 27-04-2010 :: 16:25:03
A cidade de Picos está à mercê de bandidos e assassinos por todos os lados e os cidadãos indefesos ,pois a polícia e a justiça nada fazem ,a não ser proteger os bandidos e delinquentes como o Jeferson Moura ,que desde o tempo do IMH se revelava pessoa de mau caráter e de comportamento agressivo .Espero que pelo menos dessa vez a Justiça se faça presente.

Vldenilza :: psicologape@hotmail.com
201.59.199.146 :: 27-04-2010 :: 16:02:42
è uma vergonha para Picos, se esse crime tivesse acontecido em outra cidade no mínimo esse cara teria sido linchado, e uma vergonha maior´para familiares e os que diziam serem amigos, porque a essa altura era para estarem com faixas na rua pedindo justiça, porque a justiça brasileira só funciona na maioria das vezes na pressão e principalmente quando envolve gente que tem poder e dinheiro

Adv.JOÃO DEUSDETE :: dcadvocacia@virtex.com.br
201.59.199.146 :: 27-04-2010 :: 15:21:32
Embora não seja o dirigente da OAB Picos, entendo que os problemas anteriores do Advogado JEFFERSON eram todos caso de polícia, diga-se, sem condenação até agora; portanto, alheio a competência da OAB. Com esse caso e a repercussão no meio social, tenho certeza que a OAB de Picos tomará as providências legais, assegurando ao Advogado JEFFERSON a ampla defesa e o contraditório, por imposição CF/88. De resto, foi desnecessário e terrível o que aconteceu.

Bruna :: juma_ctba@hotmail.com
79.109.187.134 :: 27-04-2010 :: 15:08:56
Uma vergonha prá justiça brasileira. Esse assassino covarde mereçe apodrecer na cadeia. E a Ordem dos advogados do Brasil nao se manifestam? Uma vergonha!!! Vergonha prá leis...vergonha pros advogados.

ferreira :: natanaelferreira28@hotmail.com
201.59.199.146 :: 27-04-2010 :: 14:56:17
onde está você OAB que não se pronuncia, será que é comum essa prática. Onde estão os órgãos do poder judiciário que não se manifestam. ele no mínimo deveria estar preso pois como a Constituição diz em casos como esse deveria ser recolhido para se manter a ordem.

Vi (Espanha) :: vilmorini@hotmail.com
79.109.187.134 :: 27-04-2010 :: 14:50:24
Por isso que esse País é visto de fora como um País corrupto e sem leis para pessoas influentes... Tiveram o assassino nas maos e nada fizeram, quero ver agora se conseguem correr atrás e qual a desculpa.

Outras desta mesma coluna:

13-09-2019 :: Homem é executado com tiros na cabeça

10-09-2019 :: Operação da PRF recolhe 97 veículos e flagra 29 alcoolizados no final de semana

10-09-2019 :: Homem mata a própria esposa esfaqueada no interior do Piauí

10-09-2019 :: Adolescente de 16 anos é suspeito de matar e atear fogo em jovem e estuprar namorada da vítima

05-09-2019 :: PRF apreende mais de 30 mil pacotes de cigarros contrabandeados

05-09-2019 :: PRF cumpre mandado e apreende caminhão e motorista na BR-316

04-09-2019 :: Polícia Federal deflagra Operação Peloponeso em Picos

04-09-2019 :: PF deflagra nova fase de operação de combate a pornografia infantil no Piauí

02-09-2019 :: Homem é preso acusado de realizar “rinha de galo” em Picos

02-09-2019 :: Idoso é morto a facadas pelo irmão na capital

02-09-2019 :: Polícia Militar de Picos forma 1º turma da ROCAM

30-08-2019 :: Filho de comerciante de São Julião-PI é feito refém durante assalto a comércio

28-08-2019 :: Suspeito de esfaquear ex-mulher é encontrado morto no Piauí

27-08-2019 :: Menina de 11 anos dá à luz após engravidar de estupro; pai é suspeito

26-08-2019 :: Em acerto de contas,homem erra tiro e desfigura rosto de jovem no PI

[ Todas desta coluna ]

Gutenberg - gutenberg marquês frios - marquês frios disnomed - disnomed dario - dario uniaselvi - uniaselvi Alencauto - alencauto procords - procordis lamep - lamep otica kika - otica kika

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.