Página Inicial

Siga-nos:

15.9.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Política

Política

Advogado de Temer afirma que delator não entregou provas

.

Estadão conteúdo  

22/03/2019

.

clique para ver a foto em tamanho real

Temer

O criminalista Eduardo Pizarro Carnelós disse nesta quinta-feira, 21, que a prisão do ex-presidente Michel Temer ‘constitui mais um, e dos mais graves atentados ao Estado democrático e de Direito no Brasil. Carnelós destaca que ‘os fatos objeto da investigação foram relatados por delator e remontam ao longínquo primeiro semestre de 2014’. O advogado esvazia o peso dado ao relato do delator na sentença que mandou Temer para a prisão. “Dos termos da própria decisão que determinou a prisão, extrai-se a inexistência de nenhum elemento de prova comprobatório da palavra do delator.” Carnelós é taxativo. “Certo que o próprio delator nada apresentou que pudesse autorizar a ingerência de Temer naqueles fatos.” O advogado ressalta que os fatos são objeto de requerimento da Procuradora-Geral da República, ‘e o deferimento dele pelo ministro Roberto Barroso, para determinar instauração de inquérito para apuração, objeto de agravo interposto pela defesa, o qual ainda não foi julgado pelo Supremo’. “Resta evidente a total falta de fundamento para a prisão decretada, a qual serve apenas à exibição do ex-presidente como troféu aos que, a pretexto de combater a corrupção, escarnecem das regras básicas inscritas na Constituição da República e na legislação ordinária”. “O Poder Judiciário, contudo, por suas instâncias recursais, haverá de, novamente, rechaçar tamanho acinte.” Leia a íntegra da nota do criminalisra Eduardo Pizarro Carnelós, defensor de Temer A prisão do ex-Presidente Michel Temer, que se deu hoje, constitui mais um, e dos mais graves!, atentados ao Estado Democrático e de Direito no Brasil. Os fatos objeto da investigação foram relatados por delator, e remontam ao longínquo 1.º semestre de 2014. Dos termos da própria decisão que determinou a prisão, extrai-se a inexistência de nenhum elemento de prova comprobatório da palavra do delator, sendo certo que este próprio nada apresentou que pudesse autorizar a ingerência de Temer naqueles fatos. Aliás, tais fatos são também objeto de requerimento feito pela Procuradora-Geral da República ao STF, e o deferimento dele pelo Ministro Roberto Barroso, para determinar instauração de inquérito para apurá-los, é objeto de agravo interposto pela Defesa, o qual ainda não foi julgado pelo Supremo. Resta evidente a total falta de fundamento para a prisão decretada, a qual serve apenas à exibição do ex-Presidente como troféu aos que, a pretexto de combater a corrupção, escanecem das regras básicas inscritas na Constituição da República e na legislação ordinária. O Poder Judiciário, contudo, por suas instâncias recursais, haverá de, novamente, rechaçar tamanho acinte. Eduardo Pizarro Carnelós Fonte: Estadão Conteúdo

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

06-09-2019 :: Empresário Zomim Lima confirma pré-candidatura a Prefeito de Picos

03-09-2019 :: Governador se reúne com líder e pede acordo na base aliada

26-08-2019 :: Reforma eleitoral “as pressas” pode mudar eleições municipais de 2020

22-08-2019 :: Ex-governadores do Piauí deixarão de receber pensão vitalícia

07-08-2019 :: PSL vai aguardar um pouco mais para empossar o novo presidente

30-07-2019 :: Zomim se reúne com deputados Fábio Abreu e Carlos Augusto e solicita recursos para cidade de Picos

26-07-2019 :: Elmano rebate críticas de petistas:

24-07-2019 :: PSB diz que aliança depende de chapa proporcional

18-07-2019 :: Maia espera apoio para aprovar ‘PEC paralela’ da reforma da Previdência

08-07-2019 :: Aprovação e reprovação de Bolsonaro se igualam em 33%, aponta Datafolha

05-07-2019 :: TSE vai comprar 180 mil urnas eletrônicas para eleições de 2020

02-07-2019 :: Governadores participam de reunião para definir reforma com Maia

21-06-2019 :: Elmano Férrer defende Operação Lava Jato e a aprovação do Pacote Anticrime

21-06-2019 :: APPM se junta a movimento em favor da unificação das eleições

31-05-2019 :: Merlong assume Secretaria de Administração no dia 10 junho

[ Todas desta coluna ]

Gutenberg - gutenberg Alencauto - alencauto lamep - lamep disnomed - disnomed otica kika - otica kika procords - procordis dario - dario uniaselvi - uniaselvi marquês frios - marquês frios

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.