Página Inicial

Siga-nos:

22.8.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Estadual

INVESTIGAÇÃO

MP investigará exercício ilegal de corretores de imóveis no Piauí

O profissional que atua na mediação, na compra, venda ou aluguel de imóveis precisa de autorização do Creci para trabalhar

Vitor Fernandes/Viagora  

09/02/2019

Foto: Ascom

clique para ver a foto em tamanho real

Representantes do Creci com Cleandro Moura.

O Ministério Público do Piauí investigará exercício ilegal de corretores de imóveis no estado. Com o intuito de debater ações preventivas e corretivas na comercialização de imóveis, o procurador-geral de Justiça do MP-PI, Cleandro Moura, reuniu-se com representantes do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (CRECI), nessa quinta-feira (7), na sede do MP-PI, localizada no centro de Teresina.

 

O profissional que atua na mediação, na compra, venda ou aluguel de imóveis precisa de autorização do Creci para trabalhar. “Temos cerca de 111 processos de denúncias de exercício ilegal da profissão de corretor de imóveis, de irregularidades na venda de loteamentos e de atrasos na entrega de imóveis. Esperamos que o MP dê encaminhamentos para nossas solicitações para que, juntos, possamos inibir o progresso dessas práticas delituosas”, destaca Nogueira Neto, presidente do Creci.

 

“Consideramos a pauta da nossa reunião de extrema relevância, pois a fiscalização deve ser recorrente e o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) fará a análise dos documentos repassados ao MP”, diz Nivaldo Ribeiro, promotor de Justiça e coordenador do PROCON.

 

Cleandro Moura, procurador-geral de Justiça, afirma que a instituição encaminhará as denúncias para o Núcleo de Promotorias Criminais, que fará a distribuição entre as promotorias responsáveis pelas aplicações das medidas corretivas. Entre elas, a requisição da instauração de inquéritos policiais.

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

25-07-2019 :: Piauí terá Plano Estadual de Políticas para Mulheres

08-07-2019 :: SDE reúne empresários para ‘Missão Empresarial’ em São Raimundo Nonato

17-06-2019 :: CREA-PI sai em defesa do salário mínimo dos profissionais do Sistema

15-06-2019 :: Estado abre consulta pública para licitação de transporte escolar

06-06-2019 :: Sedet e Embrapa tratam de estratégias para comércio leiteiro no Piauí

05-06-2019 :: UFPI realizará I exposição de cinema Africano

30-05-2019 :: Governo dialoga com empresários no Polo Têxtil de Piripiri

28-04-2019 :: UFPI instala Projeto Mini-Franquias Sociais na Cadeia Produtiva de Coco Babaçu na Fazenda da Paz

24-04-2019 :: Primeira Minifranquia da Cadeia Produtiva do Babaçu será inaugurada na sexta (26)

24-04-2019 :: Reitor da UFPI participa do Lançamento da Frente Parlamentar Mista pela Valorização das Universidades Federais

24-04-2019 :: Empreendedorismo na 4ª Revolução Industrial será debatido na 24ª Convenção Lojista

24-04-2019 :: Reduzem chuvas no Piaui, durante o mês de Maio

22-04-2019 :: Peste suína é investigada no Piauí e prefeito lamenta nova ameaça

18-04-2019 :: Nerinho é escolhido Secretário do PTB

05-04-2019 :: Municipios piauiense está sob alerta para tempestade de raios e vendaval

[ Todas desta coluna ]

Alencauto - alencauto marquês frios - marquês frios procords - procordis lamep - lamep disnomed - disnomed Gutenberg - gutenberg uniaselvi - uniaselvi

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.